CONTRIBUIÇÕES DA GINÁSTICA SUECA

• Ênfase a estética e a formação corporal
• Técnica: ritmo, soltura e trabalho estruturado
• Metodológica: imagens, verbais, o comando e a música
• Prática: flexibilidade, preocupação com a prevenção e correção de posturas
• Ênfase na destreza e melhor aproveitamento do tempo e mais qualidade do trabalho

DIVISÕES DA GINÁSTICA SUECA

- Ginástica Militar
- Ginástica Médica
- Ginástica Estética
- Ginástica Educativa

GINÁSTICA MILITAR
Tinha como base o trabalho educativo e acrescentava exercícios militares como:
• Tiro
• Esgrima
• Lançamentos

GINÁSTICA MÉDICA
Apoiada nos movimentos pedagógicos e visava através de movimentos especiais, eliminar vícios ou defeitos posturais e prevenir certas enfermidades.

GINÁSTICA ESTÉTICA
• Também apoiada nos movimentos pedagógicos, para seguir uma linha de trabalho, no sentido de:
• Desenvolver o organismo harmonicamente, com atividades que proporcionem beleza e graça ao corpo.

GINÁSTICA EDUCATIVA
• Objetivo segurar a saúde
• Evitar vícios posturais e enfermidades, fazendo com que ocorra o desenvolvimento normal do indivíduo.

PRINCÍPIOS: GINÁSTICA SUECA


• Legislador da estética aplicada aos movimentos corporais
• Preocupou-se com a execução correta dos exercícios
• Princípio básico o desenvolvimento natural e harmônico do corpo
• Ser acessível a todos
• Sessões de ginástica um “Estado de alegria”
• Desenvolver o corpo de forma regular com exercícios bem orientados (dos mais simples aos mais complexos)
• Consiste em um dos fundamentos básicos da Ed. Física:
• Desenvolvimento domínio afetivo
• Progressão pedagógica
• Necessidade da prática regular de atividades físicas.

ESCOLA SUÉCA

Escola Sueca (Método Sueco)
PER HENRIK LING (1776-1839)
• Pai da ginástica sueca
• Inspiração na ginástica Grega, direcionado para os homens
• Trabalho rígido e estático
• Esperava obter através da ginástica racional e científica, uma raça liberta do alcoolismo e da tuberculose

GINÁSTICA NA ESCOLA

Na maioria das escolas as aulas de ginástica se baseiam em dois modelos:

1. Modelo europeu (ginástica sueca, alemã e francesa) e atualmente é representada pela ginástica das academias e que visam o condicionamento físico;

2. Ginástica Desportiva e Competitiva: por meio das ginásticas desportivas (Artística e GRD).  

Devido à falta de equipamentos e/ou instalações adequadas para as modalidades da ginástica competitiva (artística/olímpica, rítmica, dentre outras);  e o tempo da aula ser insuficiente para  o desenvolvimento do condicionamento físico e o conhecimento teórico (cultura, história, biológico), a ginástica praticamente deixou de existir na escola.

 
 

Um pouco da história...

http://www.copacabanarunners.net/ginastica-localizada.html

Quem é da área de Educação Física, mesmo não gostando de história da profissão, pelo menos algum dia já ouviu falar em ginástica sueca, um grande trampolim para o que se conhece hoje. Per Henrik Ling (1766-1839) levou para a Suécia as idéias do alemão Guts Muths após contato com o instituto de Nachtegall. Ling dividia sua ginástica em quatro partes: a pedagógica - voltada para a saúde evitando vícios posturais e doenças, a militar incluindo o tiro e a esgrima, a médica baseada na pedagógica evitando também as doenças e a estética preocupada com a graça do corpo que parece imperar até hoje. Alguns fundamentos ideológicos de Ling ainda valem tais como o desenvolvimento harmônico e racional, a progressão pedagógica da ginástica e o estado de alegria que deve imperar uma aula

Buscar na Web "Um pouco da história..."

Courtesy Runway

GINÁSTICA SUÉCA

O sistema de ginástica sueca teve grande repercussão em todo o mundo até à segunda metade do século xx, tanto na educação física escolar como na formação de caráter militar. O seu criador foi P. E. Ling (1776-1839), que, ao contrário de Jahn, ficou bem visto pelos círculos de poder. Homem de vasta cultura, Ling idealizou uma ginástica com objetivos higiênicos e médicos, de saúde e reabilitação, e em 1813 fundou o Real Instituto Central de Ginástica de Estocolmo, onde aplicou as suas teorias.

O sistema sueco baseia-se num trabalho analítico, bastante rígido, com um desenvolvimento harmônico de todo o corpo, exercícios simétricos moderados e de fácil compreensão, realizados com uma dificuldade progressiva e, de preferência, sem aparelhos, em pé e obedecendo a uma voz, embora também existam alguns exercícios com aparelhos simples: cambalhotas, suspensões, equilíbrios, etc. Tudo isso se apoiava no estudo de base biológica das formas e efeitos dos exercícios; trata-se de uma ginástica "para todos os públicos". Hjalmar Ling (1820-1866) foi o seguidor e sistematizador das ideias do seu pai e centrou-se no âmbito infantil. Seguindo critérios fisiológicos, a aula de ginástica dividia-se em aquecimento, parte fundamental e relaxamento. Esta divisão utiliza-se ainda hoje, se bem que também se fale em parte inicial, principal e final.


 
 

"Ginástica"

Autor: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gin%C3%A1stica / História da ginástica. Ginásticas.com

Buscar na Web "http://pt.wikipedia.org/wiki/Gin%C3%A1stica / História da ginástica. Ginásticas.com"

Quando: 20/06/2011

A ginástica é um conceito que engloba modalidades competitivas e não competitivas e envolve a prática de uma série de movimentos exigentes de força, flexibilidade e coordenação motora para fins únicos de aperfeiçoamento físico e mental. Desenvolveu-se, efetivamente, a partir dos exercícios físicos realizados pelos soldados da Grécia Antiga, incluindo habilidades para montar e desmontar um cavalo e habilidades semelhantes a executadas em um circo, como fazem os chamados acrobatas.

 
 

"Educação Física"

Autor: Paula Rondinelli

Buscar na Web "Paula Rondinelli"

Quando: 20/06/2011

   Você sabe o que é Educação Física? O termo Educação Física remete à ideia de educar o físico. Mas o que isso significa? Fortalecer a musculatura? Praticar esportes? Adquirir postura? Bem, a Educação Física nasceu como uma disciplina cujo objetivo era disciplinar os indivíduos a partir dos seus corpos. Ou seja: a Educação Física está historicamente atrelada a um método de dominação do indivíduo.

   Para melhor compreendermos como esse processo acontece, é necessário recorrer a um conceito importante do filósofo Michel Foucault: corpos dóceis. Segundo ele, a sociedade moderna (constituída a partir das Revoluções Industrial e Francesa) foi marcada pelo êxodo rural e consequentemente pelo inchaço de pessoas nas grandes cidades europeias. Dito de maneira bastante simplificada, uma vez que as autoridades não tinham pessoas suficientes para trabalhar, foi preciso desenvolver um método em que as pessoas controlassem a si mesmas: a vigia.

Trata-se de um mecanismo em que a pessoa se sente vigiada constantemente e que, portanto, dificilmente fará algo que contrarie as regras sociais. Um desses mecanismos é o controle do corpo: ora, à medida que o corpo é disciplinado, sua conduta está sendo disciplinada. É possível, portanto, entender que tornar o corpo dócil – ou disciplinado – já foi um dos papéis fundamentais da Educação Física.

 
 

"Corpo"

Autor: CAOS – Revista Eletrônica de Ciências Sociais, n. 9, set./2005, p. 53-60. http://www.cchla.ufpb.br/caos

Buscar na Web "CAOS – Revista Eletrônica de Ciências Sociais, n. 9, set./2005, p. 53-60. http://www.cchla.ufpb.br/caos"

Quando: 20/06/2011

O estudo sobre o corpo e os vários usos que fazemos dele é importante porque ele é o espaço físico onde está circunscrito o indivíduo moderno. É importante lembrar que o corpo é construído historicamente, e sendo construído historicamente podemos localizar bem o significado ou a percepção do que vem a ser corpo para cada época ou ao longo da historia. “(...) O corpo humano é socialmente concebido e a análise da representação social do corpo oferece umas das numerosas vias de acesso a estrutura de uma sociedade particular” (Rodrigues, 1979: 44).

Curioso é perceber que o corpo em si é universal, todos os animais possuem uma entidade orgânica que os caracterizam. Mas a percepção ou interpretação do que seja o corpo é bem subjetiva ou individual e com respostas bem localizadas culturalmente.

O que é corpo? Segundo a definição do Magno Dicionário, corpo é: “unidade orgânica ou inorgânica que ocupa lugar no espaço. Parte material do ser em oposição ao seu animu”.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
Visitante número: